A Equipe da EqSeed participou do 1º evento da Equity – Associação Brasileira de Equity Crowdfunding, no CUBO em São Paulo. O grande auditório ficou lotado com todos os participantes do mercado de equity crowdfunding presentes. Entre os palestrantes o destaque foi a apresentação divertida e extremamente informativa do Jon Medved, CEO da plataforma de equity crowdfunding israelense OurCrowd. Outro grande destaque foi a apresentação de Antonio Carlos Berwanger da Superintendência de Desenvolvimento de Mercado da CVM. Ele falou sobre as notícias mais recentes da regulamentação de equity crowdfunding no Brasil.

O Sr. Berwanger também apresentou os resultados de uma pesquisa de investidores feita pela CVM. O objetivo da pesquisa foi estudar as preferências e opiniões sobre equity crowdfunding no Brasil. Os resultados foram muito positivos, mostrando um mercado diverso, bem qualificado e com um alto nível de vontade investir em empresas pequenas por meio de equity crowdfunding. Contudo, as respostas à pergunta “Por quanto tempo você estaria disposto a esperar até receber um retorno (de investimento em equity crowdfunding)?” foram potencialmente preocupantes. 56% dos participantes responderam que esperariam um retorno em até 24 meses, e o prazo médio dada pelos entrevistados foi de 34 meses.

Investimentos em startups por meio de equity crowdfunding são de longo prazo. Isto é, o prazo mínimo do investidor realizar um retorno por meio desse investimento é de pelo menos 4-5 anos. E os maiores casos de sucesso, que podem gerar grandes retornos financeiros medidos como múltiplos do valor investido, podem demorar mais tempo ainda. Mas por que o prazo de retorno para investimento em startups é tão longo? Examinamos as principais razões e também entendemos por que um foco em retornos sobre um longo prazo sempre fica nos interesses tanto dos investidores quanto das empresas startups investidas.

investir em startups

As empresas captando investimento por meio de equity crowdfunding estão na fase inicial

Isso significa que nos próximos 12 ou 24 meses, é pouco provável que a empresa irá realizar grandes lucros. Ao contrário, eles precisam de investimento nessa fase enquanto finalizam o seu produto ou serviço, o lançamento ao mercado e as ações para atrair clientes. Essas startups querem se tornar grandes empresas no longo prazo. No curto prazo, de 1 ou 2 anos, elas devem construir as bases para esse sucesso futuro. Investimento em startups requer paciência e o investidor não deve esperar retornos no curto prazo, assim como você não se muda para uma nova casa, logo que forem construídas as bases da obra.

Grandes retornos surgem do reinvestimento dos lucros ao longo de tempo

Investimento em startups pelo equity crowdfunding é muito diferente do que investimento em produtos financeiros de renda fixa, tais como CDB, LCA ou até poupança. Com o equity crowdfunding, em vez de receber um pagamento de juros todo mês, o objetivo é de acumular e realizar grandes ganhos de capital no longo prazo. Para isso acontecer, é essencial que a empresa reinvista a maioria dos seus lucros pois é só assim que ela consegue crescer com uma taxa acelerada. É por isso que o investidor astuto “abre mão” a um pagamento mensal de dividendos com seus investimentos em empresas ascendentes. Encarregar a empresa com a obrigação pagar juros ou dividendos seria contraproducente, pois isto efetivamente se tornaria crescimento acelerado quase impossível. O reinvestimento de lucros durante o longo prazo resulta em crescimento composto que beneficia tanto os investidores quanto a empresa.

Finalizamos com uma anedota do Jon Medved de OurCrowd em qual ele contou sobre um dos seus maiores sucessos de investimento na sua carreira. Uma empresa startup que ele investiu e deu um retorno de 2000 vezes o valor investido. Detalhe: para acumular esse retorno incrível, demorou 17 anos. Esse prazo é bem maior do que a média esperada, mesmo para os investidores anjos experientes. Durante esses 17 anos, o Jon e os outros que investiram com certeza teriam várias oportunidades para “sair” do investimento – vender suas participações – e realizar um retorno bem saudável. Porém, a pergunta chave é a seguinte: Se a empresa continua crescendo com essa velocidade, para que sair?

Quer conhecer ótimas oportunidades de investimentos nas melhores startups pré-selecionadas? Confira as rodadas abertas na EqSeed.

Leia o post anterior:
disrupção
O que é disrupção?

Tempo de leitura: 1 minutoVocê sabe o que é disrupção? A disrupção está por trás de diversas mudanças no mundo...

Fechar