O que é uma startup?

Uma startup é uma empresa enxuta e escalável operando em um mercado enorme, com um produto, serviço ou modelo de negócio inovador.

Vamos por partes:

Startup é operacional

Startup, para mim, é uma empresa constituída e já operacional. Muitas pessoas pensam que uma startup é apenas uma ideia ou projeto, mas acho essa definição é muito ampla e pouco útil.

Ao meu ver, uma startup de verdade tem CNPJ constituído e, no mínimo, um MVP – Produto Mínimo Viável (Minimal Viable Product). O MVP nada mais é que uma versão do produto suficientemente avançado para ser utilizado por um usuário.

De fato, muitas startups já têm clientes utilizando o produto ou serviço. Além disso, quase todas as startups que fazem rodadas na EqSeed já tem clientes pagantes, o que comprova a demanda existente no mercado.

Startup é um perfil de empresa enxuta. A empresa inteira é geralmente formada por 2 a 20 pessoas no total. A equipe de uma startup normalmente consiste de 2 a 4 sócios-fundadores e 2 a 18 colaboradores.

Startup é escalável

O ponto que mais diferencia uma startup de uma empresa tradicional é que uma startup é escalável.

Isso significa que ela pode aumentar o número de clientes, e, portanto, sua receita, a uma taxa acelerada, sem que seja necessário aumentar seus custos de uma forma proporcional.

Quero aqui reiterar a importância da escalabilidade. Empresas tradicionais requerem grandes gastos para gerar grandes receitas, resultando em margens de lucros limitadas e crescimento orgânico – mais devagar.

Já uma startup tem um produto, serviço e/ou modelo de negócio inovador. Por isso, consegue aumentar rapidamente sua receita, sem aumentar seus custos proporcionalmente.

Startup é inovadora

A definição de “inovador” pode variar, mas, em geral, “inovador” descreve algo que gera o mesmo valor ou até mais que o tradicional, mas com muito menos custos. Na maioria das vezes, a inovação é ancorada em tecnologia.

Voltando ao tópico de escalabilidade, essa característica se torna ainda mais interessante ao considerar que uma startup atua em um mercado enorme.

Na prática, isso significa que o crescimento da startup não será limitado num futuro próximo por conta do tamanho do mercado em que atua. O seu mercado é tão grande que ele permite que uma determinada startup bem-sucedida evolua para uma empresa de grande porte ao longo de relativamente poucos anos. Por isso as pessoas têm tanto interesse em investir em startups, especialmente de forma online, algo que hoje, por meio de plataformas de equity crowdfunding, é tão fácil quanto investir na Bolsa de Valores.

É importante considerar todos esses fatores ao pensar sobre o que é uma startup.

 

Gostaria de saber mais sobre por que investir em startups? Visite o Blog da EqSeed

Para acessar ótimas oportunidades de investimentos nas melhores startups pré-selecionadas, visite a plataforma EqSeed

Leia o post anterior:
Programa Conta Corrente entrevista EqSeed
Programa Conta Corrente entrevista EqSeed

Tempo de leitura: 1 minutoVeja também a reportagem no programa Conta Corrente, da GloboNews. O programa Conta Corrente, da GloboNews,...

Fechar