Scale-Up é uma etapa de crescimento dentro da cadeia do processo de desenvolvimento de qualquer startup. Apresentamos o conceito e ainda indicamos uma maneira de você aproveitar o tema para fazer um investimento.

Pergunte a qualquer empreendedor: atingir o nível scale-up está entre os objetivos de 10 entre 10 fundadores de startups.

Já nos casos dos investidores, o objetivo é fazer parte do grupo que adquire participação em startups jovens com potencial para atingir o patamar scale-up.

Afinal, o equity adquirido em jovens startups com alto poder de crescimento pode significar lucros extremamente significativos quando ela for vendida.

Por isso mesmo, entender o conceito de scale-up é decisivo na hora de entrar no mercado de investimento em startup.

Para ficar bem claro, vamos reforçar uma questão que vale a pena ser fixada:

Nem toda startup que está crescendo tem potencial para ser uma scale-up. Mas crescer, seja o faturamento ou o número de funcionários, é um indicativo importante.

No caso das startups, é preciso ter atenção quando se pretende atingir o nível scale-up.

Por quê?

Porque na pressa para alcançar esse patamar, uma empresa pode tentar crescer antes de ter bem definido o seu produto ou serviço e, assim, ter dificuldades em escalar.

O segredo, neste caso, é não pular etapas.

Mas quais etapas são essas?

Nesse post vamos falar sobre isso e sobre as startups que alcançaram esse estágio, ou seja, se tornaram scale-up, e ainda vamos apresentar uma maneira fácil de investir neste tipo de companhia para ter um potencial retorno.

Acompanhe!

O que é uma scale-up

scale-up: reunião de trabalhadores bem descontraídos em um ambiente com muitas janelas e cores brancas

Scale, do inglês, significa “escalar”. Sendo assim, scale-up se refere a algo que escala para cima, que cresce.

No contexto de startups, uma empresa que escala é uma empresa que aumenta seu tamanho e alcance de operações rapidamente, dentro de poucos anos.

Mas como isso é possível?

Para scale-up (escalar), uma empresa precisa duas coisas principais:

1: Um produto e/ou modelo de negócios escalável;

2: Acesso a capital, geralmente através de rodadas de investimento.

No mercado de startups, scale-up é uma etapa no crescimento da empresa que geralmente vem depois da startup comprovar product market fit e depois de ter ganhado boa tração.

Estamos falando de empresas enxutas, cujo crescimento acima da média se manteve constante.

Segundo critérios da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), as scale-ups crescem a um ritmo de, no mínimo, 20% ao ano, por pelo menos três anos seguidos, e empregam 10 ou mais pessoas.

Outro ponto-chave das scale-up é o modelo de negócios escalável.

Ou seja, além de crescer, esse crescimento baseia-se, fundamentalmente, na escalabilidade do seu modelo de negócios.

Você até pode fundar  um negócio lucrativo e que cresce saudavelmente, mas se o negócio não é escalável, você não chegará ao nível scale-up.

É o caso, por exemplo, de um dono de uma padaria ou uma consultoria.

Ambos os negócios podem ter clientes e faturamento alto, mas não são escaláveis pelo fato que para aumentar as receitas significativamente, tem que aumentar os custos na mesma proporção.

Para dobrar a produção da padaria, na maioria das vezes, seria necessário abrir uma segunda padaria, com custos de construção ou aluguel, contratar mais pessoas e comprar mais produto.

Diferente de uma empresa de software, por exemplo.

Uma vez que o produto está pronto, a empresa pode ter 10 clientes pagando uma mensalidade ou um milhão de clientes pagando uma mensalidade – mas o custo para a empresa é básicamente igual. Ela só tem que liberar uma licença para o cliente, sem a necessidade de ter qualquer custo extra de produção.

Qual a diferença entre scale-up e startup

scale-up: três pessoas conversam em uma reunião sentadas próxima a uma mesa e cadeiras vazias

Startup é uma empresa enxuta, escalável que opera em grandes mercados, oferecendo produto ou serviços com um modelo de negócio inovador.

Mas não é só isso.

Ao mesmo tempo, startup também é um termo bastante abrangente. Pode ser tanto uma empresa de 10 pessoas criando uma nova tecnologia para explorar um mercado, quanto uma empresa como o Uber ou o Airbnb.

Apesar de serem uma das maiores empresas do mundo hoje, Uber e Airbnb foram fundados há cerca de 10 anos como startups.

Scale-up, na prática, trata-se não necessariamente de uma empresa iniciante. Mas de uma startup cujo crescimento está acelerado. Ou seja, passou pela fase de ideação (ideia), foi para o mercado, ganhou cliente e cresce de forma acelerada.

Por crescerem rápido e escalarem seus modelos, nos últimos tempos, acabou que o termo scale-up se tornou uma forma de “batizar” jovens empresas que apresentaram crescimento acelerado e consistente.

Logo, quando se fala que uma startup é uma scale-up, na prática o mercado quer dizer que a empresa atingiu o nível scale-up.

Como as scale-up podem ajudar a economia

scale-up: vista de cima de uma mesa de trabalho com homens e mulheres sentadas

Empresas que ganham mercado e escalam com base em um modelo de negócios inovador geram empregos e buscam maximizar a eficiência.

E eficiência é um ponto problemático no Brasil.

No último estudo feito pelo Fórum Econômico Mundial,  o país caiu 48 posições, indo para a 75ª, no ranking de competitividade do Fórum Econômico Mundial, que determina o nível de produtividade de uma economia e o nível de prosperidade que a nação pode alcançar.

Em outras palavras, o Brasil é um país que produz pouco quando comparado a outras nações, levando em consideração os recursos disponíveis ao país e seu potencial. E, na prática, são necessários cada vez mais profissionais para gerar o mesmo nível de riqueza do que trabalhadores, por exemplo, no Japão, Alemanha ou Chile.

Então por que as scale-up são essenciais para o desenvolvimento do Brasil?

Apesar das scale-ups representar apenas  1,3% do total de empresas brasileiras, elas já são responsáveis pela geração de 46% dos novos postos de trabalho, segundo o estudo Estatística do Empreendedorismo, publicado pelo IBGE.

E a produtividade?

Um dos pontos mais importante sobre os impactos da scale-ups na economia é o aumento da produtividade que elas promovem.

Pelo fato de apresentarem alto ritmo de crescimento com base, fundamentalmente, em um modelo de negócios escalável, esse tipo de empresa consegue aumentar a produção ou as vendas sem que os custos cresçam no mesmo ritmo.

Com isso, elas não apenas geram empregos, como também trabalham fortemente para ganhar eficiência.

Ou seja, scales-up conseguem expandir o número de clientes, usuários ou  faturamento de forma acelerada, sem precisar aumentar seus custos na mesma proporção.

Como investir em uma empresa scale-up

scale-up: trabalhadores colam post-it em um virdro e sorriem animados

É o sonho de todo investidor saber quando uma startup vai virar unicórnio. Mas é sempre difícil saber se uma empresa vai atingir o tão sonhado valuation de US$ 1 bilhão.

É sempre bom lembrar que nem toda empresa que vai se tornar um unicórnio foi uma scale-up. E o contrário também ocorre.

Ou seja, atingir nível scale-up não é garantia de nada. Mas é um belo indicativo de que o negócio está indo certo.

Como investir?

Através de plataformas online de investimento como a EqSeed é possível ter acesso a rodadas de investimento anjo e Micro VC de startups pré-filtradas e montar uma carteira de investimentos diversificada.

Neste movimento, empresas oferecem equity, ou seja, participação aos investidores que participam da captação.

Assim, hoje você consegue facilmente comprar uma parte de uma empresa startup que, em alguns anos, pode se valer dezenas ou centenas de milhões de reais.

Conclusão

Scale-up é um termo utilizado para se referir a uma empresa startup que está no processo de crescer suas operações a um ritmo acelerado.

Scale-up se refere tanto a empresa, quanto a etapa de emadurecimento da jornada da startup para se tornar uma grande companhia.

Scale-ups representam apenas 1,3% do total de empresas brasileiras, mas já são responsáveis pela geração de 46% dos novos postos de trabalho.

Pela capacidade de gerar valor e riqueza a uma taxa acelerada, as empresas scale-ups são atraentes como oportunidades para muitos investidores.

Quer descobrir oportunidades de investimento em startups e empresas privadas? Visite a agora a Página de Rodadas e cadastre-se gratuitamente.